Resultado de imagem para MERCADO DE TRABALHO PIORA

Antes minoria no mercado autônomo, profissionais mais qualificados, com ensino médio ou superior, representam, agora, no país, mais da metade dos que trabalham por conta própria; em sentido contrário, os trabalhadores pouco escolarizados perderam espaço em um nicho que já foi sua expressão máxima

Antes minoria no mercado autônomo, profissionais mais qualificados, com ensino médio ou superior, representam, agora, no país, mais da metade dos que trabalham por conta própria. Em sentido contrário, os trabalhadores pouco escolarizados perderam espaço em um nicho que já foi sua expressão máxima. 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "'o mercado conta própria cresceu, mas não de forma equilibrada entre os diferentes perfis de trabalhadores', diz o economista Sergio Firpo."

Segundo a matéria "um levantamento inédito feito por Firpo e pelo pesquisador Alysson Portella, ambos do Insper (...) revela que, no primeiro trimestre de 2012, os trabalhadores com ensino fundamental completo ou incompleto representavam 64,1% da categoria conta própria. Sete anos depois, essa fatia recuou para 46,8%."

FONTE: BRASIL247