Resultado de imagem para sem estatal o país não cresce não à privatização

Octaviani: eles sempre quiseram meter a mão na Petrobras

Interessante a entrevista do Paulo Henrique Amorim com o professor Alessandro Octaviani, autor do livro "ESTATAIS", da Revista dos Tribunais. Sobre a avaliação dele no tocante à proposta do Paulo Guedes de privatizar as estatais, ele responde com os seguintes dados:

Em 2018, conforme publicado no jornal "O Globo" (28/03/2019), somente as cinco maiores estatais brasileiras tiverm um lucro anual de R$ 68 bilhões:

PETROBRAS: R$ 26 BILHÕES

ELETROBRÁS: R$ 13 BILHÕES

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL: R$ 7 BILHÕES

Paulo Guedes quer vender todas as nossas estatais (inclusive as citadas acima) para arrecadar R$ 75 bilhões, conforme publicado pelo jornal "O Globo" , em 23/01/2019, ou seja, Paulo Guedes quer vender (entregar) nosssas estatais de uma só vez, financiada pelo próprio Governo brasileiro, em suaves parcelas, para arrecadar, uma única vez, o valor que a cada ano essas empresas lucram para o país. Será que essa atitude pode ser chamada de ato entreguista ???

 

Vejamos: O Secretário das Privatizações, o empresário Salim Mattar (EMPRESA LOCALIZA), que coordena esse programa de fazer "caridade" para grandes capitalistas com patrimônio nacional, faria isso com a empresa dele, que lucrou, em 2018, a expressiva quantia de R$ 659 milhões ? Será que ele venderia a empresa dele por esse valor ?

Outro exemplo: A China tem 48 empresas entre as 500 maiores do mundo, conforme a Revista Fortune Global. Essas empresas lucraram, em 2018, US$ 217 bilhões. Será que o estado Chinês topa vender essas empresas por este valor (US$ 217 bilhões) ?

Se o empresário da LOCALIZA e o estado chinês toparem essas vendas, serão indicativos de que a "armação" do Paulo Guedes pode ser levada a sério!

FONTE: TV AFIADA